Publicado por: União das Mães | 10/17/2009

DIA 18 DE OUTUBRO DE 2009 – 95 ANOS DA ALIANÇA ADE AMOR

Santuário Original

Santuário Original

Aqui! O lugar de graças onde tudo começou naquele dia de 18 de outubro de 1914.

Aqui será celebrada a grandiosidade daquilo que nasceu de forma muito simples aos olhos do mundo.

Neste dia de festa, porque dia da aliança, nos alegramos! Estaremos renovando nossa Aliança de Amor e relembrando a história de vida dessa aliança que completou 95 anos.

Iremos nos transportar espiritualmente ao dia 18 de outubro de 1914, no vale de Schoenstatt, em Vallendar, na capela de São Miguel, onde Pe. Kentenich proferiu aos seminaristas palestra na qual revelava sua “ideia predileta”:

“Não seria possível que a capela da Congregação se tornasse nosso Tabor no qual se manifestem as glórias de Maria? Sem dúvida, não poderíamos realizar ação apostólica maior, nem deixar herança mais preciosa aos nossos sucessores, do que levar nossa Senhora e Rainha a estabelecer aqui de modo especial o seu trono, a distribuir seus tesouros e a realizar milagres da graça…

(…) Ao dizer estas coisas, meus queridos Congregados, sinto que encontrei eco. Os vossos corações inflamaram-se. Fizestes vosso o meu plano. Entrego tranquilamente este plano e a sua realização nas vossas mãos e não receio registrá-lo na nossa crônica. As gerações futuras poderão depois julgar-nos. Conseguiremos atingir o nosso objetivo?” (1º Doc. de Fundação)

A idéia encontrou abrigo no coração dos jovens congregados que a consideraram mais que uma inspiração puramente humana. Consideraram-na uma oferenda que a Mãe de Deus lhes quis ofertar através do Pe. Kentenich e colocaram-se à disposição de Nossa Senhora como instrumentos.

Como concretizar essa idéia ousada? Eis o plano: “fazer suave violência” à Nossa Senhora por meio de orações e sacrifícios, a fim de que ela transformasse a capelinha de São Miguel num lugar de graças, ponto de partida e centro de um movimento de educação religiosa e moral.

(…)” o berço da santidade para nós deve ser esta capela. E esta santidade fará suave violência à nossa querida Mãe do Céu e atraí-la-á para junto de nós.”

(…) Para mim, é como se Nossa Senhora, neste momento, aqui na antiga capelinha de São Miguel nos falasse pela boca do arcanjo: (…) Então estabelecer-me-ei de bom grado entre vós e distribuirei dons e graças em abundância; então, daqui, atrairei a mim os corações juvenis e educá-los-ei como instrumentos aptos nas minhas mãos”.                                                           (1º Doc.  de Fundação)

Hoje, podemos comprovar que o Pe. Kentenich foi o instrumento escolhido para realizar a vontade do Pai. Deus, em sua infinita sabedoria, aceitou a sua consagração  e a dos seminaristas, sabendo que um dia faríamos parte dessa Família.

Nosso sim é valioso perante Deus, como foi o sim de Maria. Se um dia Ele pousou sobre nós o seu olhar, se tocou o nosso coração, espera também de nós uma resposta de amor. É sempre um mútuo dar e receber, uma promessa e uma exigência mútua de amor. De nossa Aliança de Amor depende a presença e atuação da Mãe e Rainha no Santuário para as futuras gerações.

santuário_original

Esta “Capelinha” tão humilde, pouco vistosa até aquele dia, tornou-se grandiosa, um lugar de peregrinações e de graças – lugar onde “é bom estar”. Aqui, Maria nos espera para ajudar-nos a viver o nosso batismo com fé e filialidade.

“Tudo o que sou e tenho devo a Maria”. (Pe.Kentenich)

Espiritualmente, vamos juntas ao Santuário e supliquemos à nossa querida Mãe que nos interceda os dons, as luzes, a força e a presença do Espírito Santo, para que possamos entender, amar sempre mais e nos fortalecer no cumprimento de nossa missão na caminhada de UNIÃO.

Rezemos pela vivência da Aliança de Amor, para o cultivo de um profundo amor filial a Maria! Rezemos para que nossa aliança filial com ela nos leve também a estreitar mais e mais nossos laços de amor fraternal!

“Mãezinha querida: Assim como o filho espera com ardor, a cada dia, o momento de voltar a seu lar e descansar no carinho maternal, meu coração anelava poder chegar hoje ao teu pequeno Santuário.

(…) Sim, Mãezinha, neste teu pequeno Santuário de graças, transformas o vaso inútil e vazio da minha natureza num cálice capaz de abrir-se para receber a Cristo”… (Trechos da Oração de Mário Hiriart, outubro de 1957.)

DSC05798

O SANTUÁRIO DE SCHOENSTATT

O Santuário de Schoenstatt

é obra de divina inspiração.

É o canal escolhido por Deus,

para inundar de graças

o coração dos filhos seus.

De jeito humilde ele nasceu

e na simplicidade dos anseios

e meios para edificá-lo,

de forma fecunda floresceu.

É fruto de uma rara semente

– uma Aliança de Amor,

uma aliança inquebrantável

selada entre Pe. Kentenich,

os seminaristas

e a Mãe Três Vezes Admirável.

Seus pequenos filhos,

com provas de amor,

na vida ou na morte,

na alegria ou na dor,

na partida ou na chegada,

atraíram o coração de Maria,

para estabelecer ali

definitiva  morada.

Todo lar tem uma mãe natural, sua rainha.

O Santuário de Schoenstatt também tem.

Lá, meiga e acolhedora,

Maria sempre está,

como sábia Mãe e educadora.

Em seu trono, junto a Deus Uno e Trino,

seus pequenos instrumentos aguarda,

a fim de realizar a missão de Schoenstatt:

a renovação da Igreja e do mundo,

através da formação do homem novo,

vivendo numa nova comunidade.

Na oficina especial de educação,

que é o Santuário de Schoenstatt,

será forjada a alma do novo homem,

que sabe amar e decidir livremente,

pleno de vida interior,

vinculado a um grande ideal,

comunitário, consciente, com prontidão

para realizar um apostolado universal.

Candida Papini

Anúncios

Responses

  1. Estimadas Mães da União Apostólica de Schoenstatt!

    Com a mensagem do documento de Fundação, pudemos recordar e nos inserir mais profundamente na fonte de graças de nossa Aliança de Amor com a nossa Mãe e Rainha de Schoenstatt. Há pouco tempo muitas de nós puderam vivenciar este lugar sagrado. Experimentamos o Tabor neste Santuário Original, nosso berço de Aliança e caminho de santidade.
    Desejo à cada uma bênçãos especiais. Estamos de modo especial unidas neste dia da Aliança no Santuário, fonte e origem de nossa vocação e missão.

    Nada sem vós, nada sem nós!

    Ir. M. Clades

  2. Gostei muito destes artigos que Deus abençoe essa união e que pela intercessão da Mãe Peregrina vocês possam salvar muitas vidas através de suas vidas e dedicação Deus abeçoe cada um de vocês.AMÉM.


Categorias

%d blogueiros gostam disto: