Publicado por: União das Mães | 08/15/2012

SOLENIDADE DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA

Faltando poucas semanas para o III Congresso Internacional, a União das Mães de Schoenstatt celebra, com a Igreja, a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora.

“A Imaculada sempre Virgem Maria, Mãe de Deus, concluída sua vida terrena, foi assunta ao céu na glória celeste em corpo e alma(Papa Pio XII).

“Na Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, celebramos a passagem da condição terrena à bem-aventurança celeste daquela que gerou na carne e acolheu na fé o Senhor da Vida(Papa Bento XVI).

Queremos, neste 15 de agosto, dia em que a Igreja celebra a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, refletir sobre a vida de Maria como Mãe de Jesus e Mãe da Igreja.

A Assunção da Virgem Maria representa a fé da Igreja na obra da redenção: unida ao Filho na vida e na morte, a Igreja crê que Maria foi associada à glória do Filho Ressuscitado.

A festa da Assunção de Maria nos faz acreditar que a vocação da humanidade é chegar à plena realização e à vitória definitiva. Maria é o exemplo da verdadeira Filha Heroica. A Virgem de Nazaré venceu a morte por sua fé. “Uma fé que é obediência à Palavra de Deus e abandono total à iniciativa e à ação divina, conforme o que a anuncia o Arcanjo. A fé é a grandeza de Maria, como proclama alegremente Isabel: Maria é bendita entre as mulheres e bendito é o fruto de teu ventre, porque é a Mãe do Senhor, porque crê e vive de maneira única a primeira das bem-aventuranças, a bem-aventurança da fé” (Papa Bento XVI).

Celebrando a Assunção da Virgem Maria aos Céus, o Senhor renova em nós a aliança e nos dá um novo sentido para a nossa vida. Ele nos chama a viver através da fé na comunhão perfeita de amor com Ele e assim viver realmente para sempre.

O exemplo de Maria nos mostra que a vida não se conquista, tomando-a para si, mas oferecendo-a a serviço dos outros. Como Maria, nós, mães unionistas, queremos cultivar a cultura da vida com a verdade, a justiça, o amor ao próximo, a responsabilidade.

Neste dia tão especial para a Igreja, vamos pedir à nossa Mãe que nos ajude a compreender o quanto a nossa vida é preciosa aos olhos de Deus.

É nessa atmosfera de reflexão sobre a nossa fé na vida eterna, quando a Igreja celebra uma das mais importantes festas do ano litúrgico dedicadas à Maria Santíssima, que continuamos hoje, dia 15 de agosto de 2012, a contagem regressiva para o III Congresso Internacional da União Apostólica das Mães de Schoenstattt.

Faltam poucas semanas para o início desse momento tão esperado!

Sob esse espírito de luz, deixando-nos educar pela Mãe de Deus, nossa Rainha assunta ao céu, fomos conquistando, ao longo desses últimos cinco anos, um logo que representasse o nosso Congresso.

ELEMENTOS DO LOGO DO III CONGRESSO INTERNACIONAL DA UNIÃO DAS MÃES DE SCHOENSTATT


São sete os elementos do logo. 
Cada elemento que o constitui, unido um a um, formando a sua totalidade,  significa o nosso ideal de mulher, de esposa, de mãe.

1- Aliança

Rumo ao Centenário da Aliança, queremos ser fiéis à nossa Aliança Batismal, à Matrimonial e à Aliança de Amor em Schoenstatt.

2.  Mundo

Neste mundo em que muitos vivem desarraigados de Deus, queremos nos empenhar para: defender a vida, resgatar a dignidade do ser mulher e promover os valores cristãos da família.

3.  Santuário

Vinculados ao Santuário Original, nosso Tabor e fonte de origem, queremos deixar-nos educar e santificar como instrumentos da MTA.

4.  Lírio

Recorda as virtudes da Mãe de Deus, as quais queremos cultivar: a alegria, a serviçalidade, a nobreza e a magnanimidade.

5.  Mãe de Deus

É o modelo de vida no qual queremos nos espelhar. “Torna-nos semelhantes à tua imagem, como tu, passemos pela vida fortes e dignos, simples e bondosos, espalhando amor, paz e alegria.  Em nós percorre o nosso tempo, prepara-o para Cristo”. RC 609

6. Caritas Christi Urget nos!

Este lema: “O amor de Cristo nos impulsiona”, identifica-nos como União Apostólica de Schoenstatt e nos estimula a sermos discípulas-missionárias na família, na Igreja, e na sociedade onde vivemos e atuamos.

7.  MTA, quem me vê, Te veja!

Esse lema, definido no II Congresso Internacional na Argentina em 2007, nos impulsiona em nossa aspiração e missão de sermos reflexos de Maria neste III Congresso Internacional no Brasil.

Envoltas na preparação de nosso Congresso, pedimos ao Senhor Jesus Cristo, que reforce a nossa fé na vida eterna, tornando-nos mulheres de esperança, mulheres que trabalhem para construir um mundo aberto a Deus, mulheres repletas de alegria, que sabem ver a beleza do mundo futuro no meio das dificuldades da vida cotidiana! Assim seja! Amém!

                                                                                                                                                                                                                                    Maura Regina Santana de Jesus

Anúncios

Categorias

%d blogueiros gostam disto: