Publicado por: União das Mães | 08/23/2014

A CULTURA DA ALIANÇA

SCHOENSTATT, O IMPERATIVO PARA NOSSO TEMPO:

PROMOÇÃO DA CULTURA DA ALIANÇA

SANTUÁRIO I

A Cultura da Aliança é a resposta de Schoenstatt para a pergunta da Igreja e da sociedade: Schoenstatt, o que fazes? 

O Movimento Apostólico de Schoenstatt tem motivado o aparecimento de muitas atividades apostólicas, sociais, pedagógicas, missionárias e pastorais, ao redor do mundo todo. Trata-se, sempre, de formar uma sociedade fundamentada na Aliança de Amor, uma cultura de aliança em todos os âmbitos da vida.

O Documento de Trabalho 2014 explica assim o significado da Cultura da Aliança: “Nossa forma original de expressar nosso estilo de vida e de trabalho: nossa vinculação a Deus, às pessoas, à natureza e à cultura, à Igreja e ao mundo, sempre baseado na Aliança de Amor”.

CARIDADECom a cultura da aliança, manifestada e concretizada nos projetos apostólicos a serviço do próximo, Schoenstatt “mostra com atos” que realmente ama a Igreja, as famílias, a juventude, os pobres e os marginalizados, a sociedade e a todos que tenham alguma relação com o ser humano, na busca pela vivência em Aliança consigo mesmo, com Deus, com os outros, com a natureza e o trabalho. É a contribuição concreta de Schoenstatt para que seja formada uma nova ordem social; é um chamado para a construção, a partir da Aliança e pela atuação de homens novos – homens de aliança – um mundo novo.

CADA PROJETO, UM COMPROMETIMENTO COM A CULTURA DA ALIANÇA

Muitas das iniciativas tiveram início com pessoas ou grupos de algum Ramo do Movimento, ou foram fruto do chamado ou inspiração da Mãe de Deus ou do Santuário a pessoas que, deixando-se guiar pela Mãe de Deus, realizam trabalho social sistemático e contínuo em favor dos necessitados.

Todos esses projetos, iniciativas ou instituições acontecem no dia-a-dia, para manifestar o espírito e a pedagogia de Schoenstatt. As pessoas aplicam, em seu trabalho diário, os princípios pedagógicos do Pe. Kentenich e todos os meios tecnológicos em prol da dignidade do ser humano.

ESCOLA

Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt / Projeto Social / Atibaia/SP: Raio de Sol, onde educar é iluminar.

Portanto, cada projeto é, em si mesmo, “missionário” e evangelizador e tem como objetivo a missão de difundir a mensagem do amor cristão, da justiça social e levar a Deus aqueles que sofrem qualquer tipo de carência.

Existe um grande número e variedade de projetos sociais, pastorais, pedagógicos e missionários que nasceram a partir da Aliança de Amor, como reflexo não apenas da grande necessidade atual do ser humano, como também de sua origem no “encontro” de vocações pessoais e situações concretas que urgem serem traduzidas em atos concretos.

PK 2014

Como todo Schoenstatt, suas ações, projetos e iniciativas, sejam grandes ou pequenos, não surgiram da teoria, mas, sim, da vida, da Fé Prática na Divina Providência, “com uma mão no pulsar do tempo e o ouvido no coração de Deus” (Pe. Kentenich).

 A RESPOSTA MAIS IMPORTANTE: MARIA

MÃE RAINHA 2014

Na Campanha da Mãe Peregrina, se experimenta e se aplica de maneira vital o que é essencial em toda ação social, apostólica e missionária de Schoenstatt: Maria é, finalmente, a resposta a todas as necessidades do ser humano. Trata-se de levá-la a todas as realidades da vida atual, para que ela atue e construa uma Cultura da Aliança. “O núcleo da Campanha é levar Maria como Imagem de graças; ela deve estar na frente. Trata-se de levá-la ‘a todo lugar onde nos seja possível e ela há de atuar… é isso que temos querido e desejado’” (Padre Kentenich, 11.04.68).

A Campanha, como “rosto missionário” de Schoenstatt, chega a todas as áreas estratégicas de apostolado e quer alcançar todos os homens e mulheres, especialmente as famílias, para tornar Santuários os lares, lugar onde Maria possa educar e evangelizar.

O APOSTOLADO MAIS IMPORTANTE: A ORAÇÃO

ORAÇÃO

A partir de um princípio, sempre foi importante que houvesse pessoas que apoiem os projetos apostólicos, por meio de sua oração. Schoenstatt é, desde a origem de 1929 ininterruptamente, 24 horas por dias, um lugar de adoração perpétua. No centro do Instituto das Irmãs de Maria existe uma comunidade – Irmãs da Adoração Perpétua. O Santuário Original é, desde 1989, um lugar onde as Irmãs de Maria rezam em frente ao Santíssimo pelas intenções e necessidades do mundo todo. (…)

POR MEIO DA ALIANÇA DE AMOR!

Assim, o que nós somos, nossa cultura como Família de Schoenstatt é a Aliança de Amor com a Mãe e Rainha para que ela nos leve até seu Filho Jesus Cristo e, por Ele, ao Pai no Espírito Santo. É o que expressamos, quando rezamos com nosso Pai e Fundador no Rumo ao Céu: “O universo, com alegria, dê glória ao Pai, no Espírito Santo, em seu esplendor, louve-o por Cristo e com Maria, agora e na eternidade. Amém.”.

O mundo transformado pelas graças que Maria distribui de seu Santuário

MÃE 2014Portanto, a Cultura da Aliança é o modo de vida daqueles que escolheram honrar o pedido que Deus lhes fez um dia no Santuário e resolveram levar a Mãe Rainha a todo lugar que iam, vivendo o dia-a-dia, o pequeno, o ordinário, da melhor forma possível e entregando tudo em Capital de Graças à Mãe.

Assim, temos a certeza de que a salvação do mundo virá em duas frentes: primeiro, do universo ao nosso redor, transformado por nosso exemplo e, depois, de todo o mundo, transformado pelas graças que Maria distribui de seu Santuário.

E no momento em que deixamos transparecer o que somos, como schoenstatianos, para todos, em todos os ambientes onde vivemos, estamos levando nossa Aliança de Amor, pouco a pouco, de coração em coração. E assim, lentamente, vamos espalhando o amor de Deus, novamente, pelo mundo e renovamos a Cultura Cristã, a Cultura da Aliança Original, a Cultura da Aliança de Amor.

UNIÃO APOSTÓLICA DE MÃES DE SCHOENSTATT E A CULTURA DA ALIANÇA

Como mães da União Apostólica de Mães de Schoenstatt, em Aliança de Amor com Maria e vivendo a fé prática na Divina Providência, queremos ser outras Marias para nossas famílias, para a Família de Schoenstatt, a Igreja e o mundo do nosso tempo. Almejamos que Ela se manifeste em nossa família e, por meio dela, ao mundo.

Concretizamos a Cultura da Aliança ao darmos demonstração de amor à família, e sermos sinal visível do amor de Deus. E, ao promover a santificação da Família, mostramos ao mundo que é possível formarmos a nova comunidade de homens, vinculados consigo mesmos, com Deus, com os demais irmãos e com a natureza. Procuramos reatar os laços desses vínculos e mantê-los vivos na nossa família e na comunidade. Queremos constituir uma comunidade de corações.

Praticar os sacramentos, ter momentos de oração junto à família, vivenciar os deveres de esposa, de mãe, de filha e de cristã em todos os momentos, com amor desinteressado, fidelidade e confiança inabalável. E se empenhar na conquista diária dessas virtudes. Ser exemplo vivo de Maria na paciência, no silêncio, na fortaleza e no servir… São atitudes que testemunham uma vida de aliança.

ANO JUBILAR DO CENTENÁRIO DA ALIANÇA DE AMOR

ANO JUBILAR 2014

PAI, TUA ALIANÇA, NOSSA MISSÃO!

Anúncios

Responses

  1. Linda matéria! Esclarecedora! Todos que a lerem entenderão muito bem a mensagem. Amei!


Categorias

%d blogueiros gostam disto: